Fajitas fajutas

Fajitas

Algumas piadas nascem prontas, e um trocadilho desses não podia passar em brancas nuvens.

Então eis que lhes apresento minhas fajitas fajutas (leia-se farritas farrutas que é para ficar bem amexicanizado).

Tenho imensa admiração pela cultura gastronomia e etílica do México. Por isso mesmo não sendo especialista me esforço em emular os deliciosos sabores daquela terra caliente.

Fajitas surgiram em meu cardápio meio que por acaso. E confesso que só experimentei uma realmente saborosa  no restaurante Guantanamera que fica na Rua Coronel Dulcídio, 540 – em Curitiba.

Sem querer fazer propaganda, mas já fazendo, fui lá uma única vez mas é um cantinho muito bom para ir acompanhado de pessoas especiais e que desejam comer bem.

Acontece que o restaurante, vejam só, é especializado em cozinha cubana!

Todas as demais experiências que tive com fajitas deixaram muito a desejar. Em bares, restaurantes ou shoppings era sempre aquela carne dura e sem tempero acompanha de doritos murchos.

E porque minha melhor experiência foi neste restaurante cubano, minhas referências passaram a ser fotos e receitas da internet.

De modo que posso afirmar sem sombra de dúvida que as minhas são as lerritimas farritas farrutas.

E foi assim que, com uns pedacinhos de bacon azeitando a frigideira, dourei alho e a carne de  alcatra cortada em finas e suculentas tirinhas.

A carne temperei com sal, pimenta calabresa, páprica picante, cominho e um pouco de tomilho. São os ingredientes que oferecem a combinação perfeita para alcançar o sabor de comida mexicana.

Depois acrescentei cebola, pimentão vermelho e amarelo. Usei também pimenta americana que tem a aparência da pimenta chili mexicana, mas se parece mesmo com um pimentão verde mais adocicado.

Depois foi só acrescentar um tomate pelado para dar uma consistência cremosa.

Na hora de servir, o segredo que me encantou no Guantanamera: uma generosa camada cremosa.

O creme foi preparado através da combinação do cream cheese e creme de alho enriquecido com cebola. Delicioso sabor que naceu da combinação de uma bem sucedida receita de creme de alho que minha esposa conseguiu em que fiz pequenos acréscimos.

A montagem do prato é a que se vê – doritos, fajitas e creme – regiamente regados a tequila e coronas geladas.

Arriba, abajo, al centro e adentro! Viva México!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: