Sweet midnight

Às vezes me arrisco. Talvez desnecessariamente, mas o risco compensa.

Minha querida esposa chega da aula, cansada e sem fome, mas com aquele desejo típico de quem está com vontade de comer um docinho.

Para sua tristeza, nenhum disponível no armário ou na geladeira.

Enquanto ela se prepara para descansar, disfarço e faço um inventário do que poderia usar para fazer uma guloseima de última hora.

Uma bola de sorvete de creme, uma barra de chocolate meio amargo e flocos de milho sem açúcar. Também encontro avelãs cruas em lascas.

Quebro a barra de chocolate e ponho a derreter no microondas. São 15 segundos, uma mexida, mais 15, mexo novamente e acrescento uma colher de sopa de kirsch (licor de cereja negra típica da Alemanha). Mais dez segundos e acrescento um pouco de creme de leite misturando tudo até obter uma consistência lisa e cremosa.

Numa frigideira derramo um pouco de lascas de avelã e deixo tostando.

Deposito a bola de sorvete num prato, acrescento os flocos de milho, derramo o chocolate aleatoriamente, coloco as avelãs tostadas e finalizo polvilhando açúcar de baunilha.

Quando chego com o prato ela já está deitada, mas o olhar não disfarçou a satisfação de ter um quitute para degustar antes de descansar de um longo e cansativo dia.

De brincadeira, resolvo batizar o acepipe de Sweet Midnight, numa alusão ao horário em que foi servido. Quando pergunto o que ela acha do nome ela diz que está bom, mas que poderia se chamar simplesmente mata-lombriga.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: